Ocorreu um erro neste gadget

quinta-feira, outubro 15, 2009

Marina Silva e o efeito Obama (II)



A questão não é se socialites, modelos ou celebridades estão entrando no PV por causa de Marina Silva, mas que isso não muda as condições objetivas de sua candidatura. A questão é que esse tipo de celebridade (que faz a cabeça da moçada sim, por favor, não me venham com elitismos) NÃO está entrando na campanha de Dilma ou Serra.

Conversei com várias coleguinhas da minha filha Mariana (16 anos), que vão tirar o título apenas o ano que vem. É unanimidade para esses primeiros votantes: Marina Silva na cabeça!

As pessoas da terceira idade também vão votar em Marina Silva: "É uma pessoa espiritual".

O pessoal da Assembléia de Deus diz: "Quando o homem corrupto governa, o povo sofre e chora. Já o governante de Deus olha para os pobres! Bem-aventurados os que têm fome e sede de justiça, por que serão fartos!"

Assim, caros amigos, não se surpreendam. Eu frequento os circulos que vocês não frequentam, eu assisto TV e leio jornais populares em vez de ficar em torres de marfim, eu ouço as pessoas que vocês desprezam, eu converso com flanelinhas, porteiros, taxistas, avozinhas: Marina Silva vai chegar ao segundo turno, via efeito Obama. 

PS: Bom, pelo menos, eu apostei dez kits Colorados com o Nelso Alves nisso! Então eu acho que eu acredito nisso. E você? Aposta dez kits de que Marina NÃO chega ao segundo turno? Você tem certeza, ou pelo menos evidências probabilisticas, ou é apenas um a priori Bayesiano ainda não atualizado por novas informações? 

15 de outubro de 2009 | N° 8593

PARTIDOS

Famosos aderem à onda verde

Entrada da senadora Marina Silva no PV deu impulso às filiações

Na esteira da onda Marina Silva, os modelos Paulo Zulu e Vanessa Schutz decidiram se aventurar pelo mundo da política e assinaram a ficha de filiação no Partido Verde (PV). Conhecidos das passarelas, os dois admitem que não têm experiência na área. Mas partilham da defesa do desenvolvimento sustentável e de outras bandeiras levantadas pela nova senadora do partido.

Vanessa e Zulu não estão sozinhos. Segundo o presidente estadual do PV, muitas pessoas procuraram o partido e decidiram se filiar após a entrada de Marina Silva. Mesmo antes da definição, somente a menção da chegada da senadora já fez com que, em média, a sigla recebesse de nove a 10 filiações por dia.

Mauro Beal explica que ainda não fechou o número de novos filiados, mas destaca que o partido vive um bom momento. Passando por um período de reorganização interna, só existe uma certeza: o PV terá candidato para chapa majoritária. O objetivo é garantir palanque em Santa Catarina para Marina Silva, pré-candidata à Presidência da República.

– O caminho para a construção do partido depende de termos candidatos para todos os cargos, se não estaremos sempre a reboque dos outros. No caso da Vanessa e do Zulu, a visibilidade ajuda e, no momento certo, poderão ser aproveitados também – assinala Beal.

Personagens preocupados com o meio ambiente

Vanessa Schutz, 28 anos, que ganhou projeção nacional ao namorar o tenista Gustavo Kuerten, afirma que sempre teve interesse pela política e que a ida de Marina Silva para o PV chamou a sua atenção. Mãe de um menino de quatro anos, Vanessa não descarta uma futura candidatura. Cautelosa, diz que pretende caminhar devagar, pois ainda tem muito a aprender.

Dono de uma sólida carreira como modelo e de uma pousada na Guarda do Embaú, em Palhoça, Paulo Zulu, 46 anos, também se inspirou na história de Marina Silva. Ele conta que sempre teve uma relação próxima com a natureza e que partilha de bandeiras defendidas pelo PV, como a da sustentabilidade.

Zulu afirma que ainda não tem pretensões políticas. Casado, pai de dois filhos, o modelo diz que só aceitaria assumir algum cargo se pudesse "fazer a diferença".

Um comentário:

Dedalus disse...

Caro Osame,

Você, com essa afirmação "Eu frequento os circulos que vocês não frequentam, eu assisto TV e leio jornais populares em vez de ficar em torres de marfim, eu ouço as pessoas que vocês desprezam, eu converso com flanelinhas, porteiros, taxistas, avozinhas" está parecendo um daqueles pastores evangélicos dizendo "Eu conheço A Verdade!"...

Pode ser que Marina vá para o segundo turno, pode ser que nem haja segundo turno (ela pode ganhar no primeiro), mas a questão, para mim, é outra: isso é bom ou ruim? Para você, apoiador de primeira hora, a resposta vai ser "é óbvio que é bom!"; já para mim a resposta é "não sei mesmo".

Só lembrando: celebridades apóiam quem elas quiserem - Oscar (do basquete) e Aurélio Miguel (do judô), para dar dois exemplos, apoiaram quem mesmo em eleições?

Um abraço!